Homepage / Time to Mind Organizações

Da empresa privada à empresa pública

TIME TO MIND ORGANIZAÇÕES

Avaliações standard e por medida para grupos e indivíduos, relatórios de classe e estatísticas

As organizações, independentemente do seu tipo e sector, necessitam sempre de ferramentas e profissionais capazes de diagnosticar com precisão o “estado de saúde” dos seus recursos humanos, a fim de intervir quando necessário.

Time to Mind dirige as suas Avaliações on-line e pós-avaliações aos gestores ou gestores de RH que desejem utilizá-las dentro da sua própria realidade, e possivelmente as suas ferramentas de reorientação.

A QUEM SE DIRIGE O TEMPO PARA PENSAR EM ORGANIZAÇÕES:

A vantagem competitiva do Time to Mind

As organizações, independentemente do seu tipo e sector, necessitam

sempre de ferramentas e profissionais capazes de diagnosticar com precisão o “estado de saúde” dos seus recursos humanos, a fim de intervir quando necessário.

Time to Mind dirige as suas Avaliações on-line e pós-avaliações aos gestores ou gestores de RH que as desejem utilizar dentro da sua própria realidade, e possivelmente as suas ferramentas de reorientação.

Time to Mind supera esta aproximação com facilidade, precisão e economia.

As aproximações dos Testes de Personalidade são ultrapassadas.

Os custos das avaliações presenciais são significativamente reduzidos.

O Participante toma consciência da importância das Soft Skills, coopera e 

sente-se “promovido e valorizado” pelo Método T2M e não “reprovado ou arbitrariamente seleccionado”.

O Time to Mind apresenta a utilidade do método de Avaliação baseado na 

observação objectiva do comportamento (escolhas), na ausência de julgamento.

Time to Mind torna possível compor com os ’23 Soft Skills’ básicos um grande 

número de ‘Perfis’ profissionais. Estes perfis podem ser personalizados de acordo com as necessidades de perfis de organizações específicas ou grupos de “competências mais complexas” podem ser criados a partir de grupos das competências básicas para necessidades particulares.

A Avaliação é realizada online, a partir de um computador ou smartphone,

permitindo ao participante tempo para a completar; a Avaliação pode ser interrompida e retomada noutra altura, sem perder os dados registados. Fornece imediatamente ao participante uma resposta simples, tranquilizadora e motivadora para melhorar, bem como uma orientação essencial para praticar e aumentar a capacidade mais crítica.

A ferramenta é sem dúvida útil para consultores empresariais que fazem intervenções 

complexas em organizações, bem como para profissionais internos em organizações complexas.

Experiência e perícia à sua disposição

Os membros do comité científico e parceiros da Time to Mind adquiriram uma importante experiência profissional em multinacionais, empresas cotadas em bolsa, bancos, ministérios, grandes retalhistas, cadeias de hotéis, etc.

Cada projecto levou à plena satisfação do cliente e muitas vezes contribuiu para a criação de percursos específicos dedicados a profissões específicas.

Personalização e relações de classe

O Time to Mind Organisations oferece formas específicas de escolher capacidades:

1) Capacidades agrupadas pelo profissionalismo já existente na plataforma Time to Mind
2) Capacidades à medida com base nas escolhas do cliente, nas profissões ou divisões a serem diagnosticadas e, em geral, no aconselhamento da nossa equipa.

Além disso, os perfis derivados do preenchimento dos questionários em linha são de dois tipos:

1) Avaliação individual para cada participante individual
2) Relatório de turma, que fornece uma visão geral do grupo de participantes envolvidos.

As capacidades, como força motriz do know-how científico, técnico, de gestão, jurídico, administrativo, etc., permitem transformar objectivos profissionais em resultados.

As capacidades representam um verdadeiro capital intangível a ser definido, avaliado e crescido, como qualquer outro activo tangível e intangível que cada organização e cada indivíduo deve utilizar.

A ser considerado

Dentro da organização

10 Exemplos de avaliação para profissões específicas:

10 Avaliações online, como exemplos de perfis profissionais que podem ser construídos a partir dos objectivos e responsabilidades que caracterizam qualquer actividade complexa a ser realizada por uma pessoa.

GESTOR:
De uma gama de 23 capacidades que representam os comportamentos organizacionais fundamentais necessários dentro de qualquer tipo de empresa (privada ou pública), foram identificadas 14 capacidades-chave que sustentam o gerencialismo. Esta Avaliação permite destacar
, num perfil, o nível de eficácia de cada uma das 14 capacidades, destacando também o nível de expressão de cada um dos três momentos fundamentais que caracterizam cada capacidade.

Competências consideradas:
Análise, Resolução de Problemas, Planeamento, Organização, Controlo, Orientação de Resultados, Tomada de Decisões, Visão Perspectiva, Orientação de Relacionamento, Comunicação Verbal, Gestão de Equipas, Negociação, Liderança e Gestão de Conflitos.

PROFISSIONAL:
De uma gama de 23 capacidades, foram identificadas 10 capacidades-chave que sustentam as actividades operacionais altamente profissionais dos sectores técnico, administrativo e comercial.

Competências consideradas:
Análise, Resolução de problemas, Flexibilidade, Organização, Controlo, Determinação, Orientação relacional, Comunicação verbal, Gestão de conflitos, Trabalho de equipa

VENDEDOR:
De uma gama de 23 capacidades, 11 capacidades-chave foram identificadas como a base do negócio “Vendedor”.

Competências consideradas:
Resolução de Problemas, Controlo, Determinação, Orientação de Relacionamento, Comunicação Verbal, Trabalho de Equipa, Negociação, Gestão de Conflitos, Orientação do Cliente, Orientação de Resultados e Iniciativa.

TRABALHADOR CONHECIDO:
 De uma gama de 23 competências, foram identificadas 9 competências-chave que sustentam as actividades do “Trabalhador do Conhecimento” e apoiam os processos de aprendizagem.

Competências consideradas:
Resolução de Problemas, Planeamento, Organização, Orientação de Relacionamento, Comunicação Verbal, Gestão de Equipas, Negociação, Gestão de Conflitos e Orientação de Resultados.

HOTEL MANAGER:
De uma gama de 23 capacidades, 15 capacidades-chave foram identificadas como a base de competências de gestão na indústria hoteleira.

Competências consideradas:
Análise, Resolução de Problemas, Planeamento, Organização, Controlo, Orientação de Resultados, Tomada de Decisões, Visão Perspectiva, Orientação de Relacionamento, Comunicação Verbal, Gestão de Equipas, Negociação, Liderança, Gestão de Conflitos e Orientação para o Cliente.

HOTELAGEM PROFISSIONAL:
De uma gama de 23 competências, foram identificadas 10 competências-chave que sustentam as actividades de elevado conteúdo profissional da indústria hoteleira.

Competências consideradas:
Resolução de Problemas, Controlo, Determinação, Orientação Relacional, Comunicação Verbal, Trabalho de Equipa, Gestão de Conflitos, Orientação ao Cliente, Flexibilidade e Iniciativa.

HOTEL OPERADORES:
De uma gama de 23 capacidades, 6 capacidades chave foram identificadas como a base para as actividades do Hotel Operativo.

Competências consideradas:
Resolução de Problemas, Determinação, Orientação de Relacionamento, Comunicação Verbal, Trabalho de Equipa e Orientação para o Cliente.

LEI FIRM:
 De uma gama de 23 capacidades, 10 capacidades-chave foram identificadas como estando na base da actividade do “Escritório de Advogados”.

Competências consideradas:
Análise – Resolução de Problemas, Organização, Controlo, Orientação de Relacionamento, Comunicação Verbal, Trabalho de Equipa, Negociação, Gestão de Conflitos e Orientação de Resultados.

VOLUNTÁRIO:
De uma gama de 23 capacidades, 10 capacidades-chave foram identificadas como a base para o trabalho do Profissional do Terceiro Sector.

Competências consideradas:
Resolução de Problemas, Planeamento, Organização, Determinação, Orientação de Relacionamento, Comunicação Verbal, Gestão de Equipas, Gestão de Conflitos, Flexibilidade e Iniciativa.

 

VOLUNTÁRIO (OPERADOR):
De uma gama de 23 capacidades, 6 capacidades-chave foram identificadas como base para a actividade de um “operador” no Terceiro Sector.

Competências consideradas:
Determinação, Orientação Relacional, Comunicação Verbal, Trabalho de Equipa, Flexibilidade e Iniciativa.

COMO REALIZAR AVALIAÇÕES DE CAPACIDADE PARA ADULTOS

1.Registar-se na plataforma como cliente
2. Seleccione “Avaliação para Trabalhadores” ou, no caso de uma instituição de ensino, se as Avaliações se destinarem a Estudantes: “Avaliação para Jovens”.
3. Escolher uma ou mais das 23 competências desejadas (7 para jovens) ou um dos 10 percursos propostos que englobam as competências identificadas para profissões específicas ou uma das 4 competências combinadas por temas
4. Ao contactar a Time to Mind, é também possível atribuir um pacote personalizado que será exibido no painel do cliente em ‘Personalizado’.
5. Definir no carrinho quantas Avaliações a utilizar para cada habilidade/perfil escolhido.
6. Após a conclusão da Avaliação, será possível adquirir relatórios de classe correspondentes aos grupos de participantes envolvidos.
7. Convidar participantes individuais por e-mail
8. Assegurar que os participantes receberam a Avaliação e verificar se se registaram como ‘Participantes’.
9. Veja o perfil resultante das respostas e de quaisquer relatórios de classe.
10. Escolher um ou no máximo dois guias essenciais, entre os propostos, sobre os quais é prioritário melhorar as competências
11. Avaliação dos Percursos de Pós-avaliação

Time to Mind SA © 2022 – Site desenvolvido por Clublab plus Sagl